Historial

União Portuguesa de Pára-quedista

União Portuguesa de Pára-quedistas (UPP) foi criada em 1993 por iniciativa de 7 associações de pára-quedistas já existentes em Portugal, que alimentavam o desejo de ter uma voz única para defender os interesses e valores tradicionais dos militares pára-quedistas junto das instituições superiores da Nação e das Forças Armadas.

A história do associativismo dos militares pára-quedistas portugueses teve o seu começo em 1975 com a criação da Associação de Pára-quedistas do Norte, e logo em seguida, a Associação, Pára Clube Nacional “Os Boinas Verdes”, em Tancos.

Actualmente, a UPP congrega, sob a forma federativa, 12 associações de pára-quedistas militares (veteranos e no activo) que contam como associados quase 3.000 titulares do brevet militar pára-quedista português e muitos titulares do brevet civil.

Estatuto: 1. A UPP é uma associação não lucrativa que tem por objectivo unir todos os pára-quedistas militares portugueses, veteranos e em serviço efectivo.

Desta União fazem parte as associações que contribuem para desenvolver a amizade e solidariedade no seio da grande família pára-quedista. 

2. A UPP exerce a sua acção nomeadamente:

·         Organizando cerimónias comemorativas de carácter patriótico ligadas à história das Unidades Pára-quedistas.

·         Participando em manifestações nacionais de carácter patriótico.

·         Organizando manifestações sociais, culturais e desportivas destinadas aos pára-quedistas militares e suas famílias.

·         Colaborando com as associações regionais de pára-quedistas para desenvolver as suas iniciativas.

·         Estabelecendo ligação com associações similares.

·         Mantendo ligação com as Unidades Pára-quedistas.

Objectivos:

·         Fomentar o espírito entre todos os que serviram e servem nas Forças Armadas como Pára-quedistas Militares.

·         Evidenciar a contribuição das Unidades Pára-quedistas no desenvolvimento da Nação.

·         Promover actividades culturais, de lazer e desportivas, sobretudo no âmbito do pára-quedismo.

·         Valorizar e defender a memória dos Pára-quedistas Militares mortos ao serviço da Pátria, assim como manter a lembrança das gloriosas acções das Unidades Pára-quedistas.