Em 1981 em Krems (Austria) efetuou-se um coloquio reunindo várias associações europeias para a criação de um comité provisório a fim de definir as modalidades de funcionamento da futura associação

 Pierre Vandevoorde, um oficial veterano para-quedistas é um dos fundadores e membros atuais da Região Gent-Artevelde da Bélgica, comentou que durante os anos 70 teria contatos regulares com amigos de unidades e associações de veteranos para-quedistas de diferentes países com o fim de elaborar um livro “Monografia de Pára-quedistas do mundo inteiro” e lançou a ideia da criação de uma união de associações para-quedistas na Europa. Livro que foi editado em 1981. 

     A oportunidade de apresentar e expor a propostas, foi numa reunião internacional de para-quedistas que se efetuou em Krems (Austria) en 1981.

     Cinco países declaram-se imediatamente interessados e designaram um presidente e um secretário provisório.